Início
Explicação do brasão Episcopal de D. Américo Aguiar
28 de Março de 2019
Explicação do brasão Episcopal de D. Américo Aguiar
Escudo oval de prata com uma cruz simples de vermelho carregada de um M de prata, bordadura de vermelho carregada de quatro escudetes de prata com cinco besantes em sautor e de quatro cruzes de Malta de prata, alternados.
Chapéu de seis borlas de verde, Cruz de ouro episcopal.
Listel de prata com letras de negro e mote: IN MANUS TUAS.

Escudo em forma oval que, por tradição em Portugal, é próprio do clero. As cores são predominantemente o vermelho, cor do sangue, associado ao martírio, palavra que do grego significa testemunho - missão primeira do Bispo, e verde, associado ao episcopado mas, também, à esperança. 
Como símbolos escolhi a Cruz, sinal da minha entrega e pertença a Cristo, o M da Virgem Maria, para me recordar que como ela devo estar sempre disposto a dar o meu "sim", os besantes carregados com cinco pontos em "aspa" para apontar o meu País e local onde sou chamado a dar testemunho da minha fé e por fim a Cruz Oitavada de Malta para me recordar da minha paróquia de origem e as Bem-aventuranças que esta cruz aponta.
No listel escolhi o mote: “In manus tuas”, nas tuas mãos, que correspondem às palavras de Jesus Cristo na Cruz, e significam a absoluta confiança e a total entrega ao Pai. 
Estes mesmos símbolos assumem, também, outro significado: a cruz vermelha, o M e o lema são retirados das armas daqueles que, para mim ,foram e são fonte de inspiração sacerdotal: a cruz das Armas de Sua Eminência o Sr. Cardeal Patriarca D. Manuel Clemente; o M das armas de São João Paulo II, que muito marcou o meu percurso sacerdotal; e o mote do listel de Sua Ex.ª Rev.mª D. António Francisco dos Santos que tão precocemente nos deixou, honrando, deste modo, a sua memória.

ORGANOGRAMA DA CÚRIA
© 2020 - Patriarcado de Lisboa. Todos os direitos reservados.