Icon Lupa Icon Menu
Início
icon seta icon seta icon
Cardeal-Patriarca destaca “cinco fatores” da Síntese Diocesana
Imagem do artigo
Assembleia Diocesana Pré Sinodal

Cardeal-Patriarca destaca “cinco fatores” da Síntese Diocesana

Numa intervenção que teve lugar após a votação da Síntese Diocesana do Sínodo dos Bispos sobre a Sinodalidade, D. Manuel Clemente destacou “cinco fatores” como chave de leitura deste documento que vai estar disponível online nos próximos dias.

Na conclusão dos trabalhos da Assembleia Diocesana Pré-Sinodal, o Cardeal-Patriarca de Lisboa destacou “cinco fatores” – presentes no ponto 10 da Síntese Diocesana –, e pediu aos membros do Conselho Presbiteral e ao Conselho Pastoral “ideias concretas” sobre como podem ser “implementados na vida das comunidades”.

Acolhimento:
“Esta palavra ‘acolhimento’ e aquilo que ela significa é o que faz a ligação entre aquilo que é a religiosidade difusa – que toda a gente tem e que ainda agora apareceu magnificamente em Fátima – e uma participação ativa, consciente e responsável na vida das comunidades. A articulação destas duas realidades faz-se através do acolhimento”.

Trabalho conjunto e a construção da comunidade:
“Cada vez mais, o trabalho será mais intercomunitário ou intracomunitário. No mundo em que nós vivemos, ou isto vai assim conjugado e conjunto ou não vai”.

Nova Evangelização e a comunicação:
Como sabemos, o tema ‘Nova Evangelização’ foi muito usado no pontificado de João Paulo II, mas também está presente em documentos do atual pontificado. Um dos ‘items’ da nova evangelização é ‘novas expressões’. Isso tem tudo a ver com a comunicação”.

Diálogo:
“Não é monólogo, nem é esbatimento de posições. É confronto, partilha daquilo que cada um leva consigo: das suas convicções, das suas práticas, da sua sensibilidade e deve haver espaço para isto na comunidade. Tanto se deve saber escutar como saber dizer. Porque, se assim não é, não é diálogo”.

Testemunho da vida cristã:
“Numa sociedade como a nossa, em que a proposta evangélica e a vida da Igreja são constantemente contrastadas por outras propostas – e, às vezes, de uma maneira muito violenta –, a única coisa que pode vencer e convencer é o testemunho dos crentes”.

Juntamente com estes cinco fatores, o Cardeal-Patriarca enunciou ainda um “movimento duplo” que “deve estar presente na vida da Igreja”: O “movimento de acolhimento e movimento de missão”.
A encerrar a intervenção, o Cardeal-Patriarca apontou ao envolvimento da diocese na organização da Jornada Mundial da Juventude, em agosto de 2023. “É, como costumo dizer, já amanhã. Mas agora, está quase a ser amanhã”, frisou.

Nesta assembleia que marcou a conclusão da Fase Diocesana do Sínodo dos Bispos no Patriarcado de Lisboa, D. Manuel Clemente aproveitou para agradecer a colaboração de “todos os intervenientes neste processo” que teve início em outubro de 2021.
Por sua vez, o coordenador diocesano do Sínodo dos Bispos, cónego Rui Pedro Carvalho, agradeceu à equipa coordenadora, a todos os coordenadores locais e a todos os participantes. O responsável lembrou ainda que, apesar de se ter encerrado a fase diocesana do Sínodo dos Bispos sobre a Sinodalidade, “o sínodo não acabou” e desafiou a assembleia a continuar a acompanhar a caminhada sinodal, nas próximas fases, “continental e universal”, até outubro de 2023.

Assembleia Diocesana Pré Sinodal


© 2022 - Patriarcado de Lisboa. Todos os direitos reservados.
Patriarcado Simbolo