Icon Lupa Icon Menu
Início
icon seta icon seta icon
Participaram “64% das paróquias” no caminho sinodal
Imagem do artigo
Assembleia Diocesana Pré Sinodal

Participaram “64% das paróquias” no caminho sinodal

A equipa diocesana do Sínodo dos Bispos sobre a Sinodalidade estima “a participação de 15 mil pessoas na caminhada sinodal no Patriarcado de Lisboa”.

Na Assembleia Diocesana Pré Sinodal, que decorreu na manhã deste sábado, 14 de maio, no Centro Diocesano de Espiritualidade, no Turcifal, foi feita a contextualização do processo convocado pelo Papa Francisco para toda a Igreja e foi relevado que praticamente dois terços das paróquias da diocese (182 de 285) participaram na caminhada sinodal, o que representa 63,9%.

A representação geográfica pela diocese, em termos de zonas pastorais, mostra que: do Oeste, participaram 47 de 100 paróquias (47%), do Termo Ocidental foram 42 as paróquias de um total de 52 (80,8%), do Termo Oriental enviaram respostas 47 das 62 paróquias (75,8%) e de Lisboa Cidade participaram 46 das 71 paróquias (64,8%).

Foram “recebidas e validadas 191 respostas ou sínteses paroquiais e de outras realidades eclesiais”. Destas, “160 respostas correspondem a paróquias”, sendo que, como algumas “responderam em conjunto”, estão “representadas 182” das “285 paróquias” do Patriarcado de Lisboa. “Houve ainda 16 de respostas de movimentos, 7 respostas de reitorias e capelanias, 3 de colégios e 5 de outras realidades”, informaram.

A comissão diocesana estima que “tenham estado envolvidos mais de 1700 grupos sinodais”, dos quais “91% respeitam a paróquias” e “9% a outras realidades eclesiais”. “A maioria dos grupos tinha entre 1 e 25 pessoas”, foi revelado. “Acreditamos que tenham estado envolvidos na reflexão 15 mil diocesanos”, anunciou ainda a organização, sublinhando que “todas as faixas etárias estiveram envolvidas”, sendo que “a mais participativa foi a faixa dos 51-60 anos e a segunda foi a dos 41-50 anos”. Do total de 191 respostas, houve “130 que recorreram a grupos já existentes” para participar no processo sinodal. Apesar da pandemia, a grande maioria dos encontros (97%) decorreram de forma presencial, havendo apenas 3% de encontros online.

Sobre o envolvimento, foi salientado o “entusiasmo dos participantes” e “o desejo de continuidade do processo sinodal”, bem como “o compromisso com a reflexão da comunidade” e “a importância de caminhar em conjunto”. “Mais preocupante, franco ou nulo, a adesão da sociedade civil”, assume a comissão. As principais dúvidas e dificuldades foram “a adesão e a participação da comunidade crente” e “a pandemia e a dificuldade em congregar a comunidade”.

Nas 191 respostas, as comunidades destacaram ainda “cinco áreas” em que “a Igreja necessita de conversão”: “1) saber acolher a todos com dignidade e respeito, trabalhando a integração das áreas feridas, como o divórcio, o recasamento ou a homossexualidade; 2) investir no trabalho conjunto e em criar espírito de comunidade e de sinodalidade, com maior protagonismo e responsabilização dos leigos; 3) uma nova evangelização, no entusiasmo e nas formas, que ilumine as realidades da vida contemporânea com a alegria do Evangelho e com a tradição da Igreja; 4) o diálogo, assumindo a Igreja um papel mais interventivo na vida social e política; 5) a necessidade de o testemunho de vida cristã ser uma expressão autêntica da fé em que acreditam, para a mensagem cristã ganhar credibilidade”.

No início deste momento, foi revelado que a comissão diocesana “organizou 13 encontros de formação” – oito presenciais, nas diferentes áreas geográficas da diocese, e cinco online, devido à pandemia – para os coordenadores locais, para “acompanhamento e esclarecimento”. “A adesão foi elevada, tendo participado 1600 pessoas”, frisaram os responsáveis.

No final da manhã, e após a contextualização, os cerca de 100 membros sinodais reuniram-se em trabalhos de grupo. ‘Que conclusões podemos destacar e que linhas de ação prioritárias está o Espírito Santo a pedir à Igreja de Lisboa’, foi a questão colocada para debate e reflexão. É desejo da comissão diocesana que o documento saído da Assembleia Diocesana Pré Sinodal seja “o sentir da diocese sobre este processo sinodal”.


Assembleia Diocesana Pré Sinodal


© 2022 - Patriarcado de Lisboa. Todos os direitos reservados.
Patriarcado Simbolo