Youtube

NOTÍCIAS

20 de Julho de 2017

Ano Jubilar CONFHIC - Reavivar a memória de Madre Clara

Imprimir
É uma congregação que “nasceu em Lisboa e para Lisboa” e que tem a hospitalidade como carisma. As Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição (CONFHIC) iniciaram um ano jubilar para celebrar o 175º aniversário do nascimento da fundadora, a beata Maria Clara do Menino Jesus.

“Temos agora uma boa notícia para vos dar: trata-se de uma prenda espiritual. O Papa Francisco, a pedido do nosso Cardeal-Patriarca, D. Manuel Clemente, concede a Indulgência Plenária às pessoas que visitarem o túmulo da Beata Maria Clara, desde agora até ao dia 15 de junho de 2018”. A informação foi dada pela superiora geral da CONFHIC, irmã Maria da Conceição Galvão Ribeiro, durante a Missa de abertura do ano jubilar que esta congregação fundada em Lisboa vai viver até ao próximo ano. Nesta celebração, que decorreu na igreja paroquial de Queijas, em Oeiras, na manhã do passado dia 15 de julho, a religiosa brasileira explicou depois o que é a indulgência plenária. “A indulgência devolve-nos o estado de harmonia, uma nova disposição para amar o Senhor, os irmãos e irmãs, todas as criaturas que nos rodeiam. Faz crescer em nós o desejo do Bem, aumenta a disposição para o realizar e para construir a Paz”, referiu a irmã Maria da Conceição, convidando os cristãos de Lisboa a visitarem a sede geral da congregação, em Linda-a-Pastora, e a rezarem na cripta, onde está o túmulo da beata Maria Clara: “A indulgência que nos foi concedida é plenária e, por isso, atinge toda a nossa história de generosidade e inconstância, de graça e de pecado. Ela fortalecerá a nossa disposição para respirar o ar de Primavera, que o Espírito do Senhor sopra nos nossos corações, fazendo-nos renascer! Nós, as Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição, convidamos todos aqui presentes e aqueles e aquelas que o desejarem, a virem à cripta da nossa casa, em Linda-a-Pastora, para visitar o túmulo da Bem-aventurada Maria Clara e receber a Indulgência Plenária”.

Itinerário
A irmã Elisa Cortês é conselheira geral da CONFHIC, fazendo parte do governo geral da congregação desde 2013, e refere ao Jornal VOZ DA VERDADE que o ano jubilar, que tem como lema ‘Vigilante na noite sob o olhar providente de Deus’, vem “na linha da beatificação” de madre Clara, ocorrida em Lisboa, em 2011 (ver caixa), e que foi “um marco muito significativo para a congregação, para o Patriarcado e também para a vida da Igreja portuguesa”. “A congregação tem o desejo de dinamizar, cada vez mais, esta vida da nossa fundadora que não morreu e não ficou lá no tempo em 1899, e que nos dias de hoje está muito viva e muito presente. Com este ano jubilar pretendemos motivar e reavivar a memória da nossa fundadora e o carisma da hospitalidade, trazê-lo mais para a sociedade de hoje, lembrar o que foi a vida da nossa Mãe Clara, o que ela fez no seu tempo e o que faz ao motivar-nos, ao inspirar-nos nos nossos dias, ao falar-nos daquilo que ela foi. Ela é, hoje, uma referência muito viva para nós, mas também para tantos leigos que a conhecem e a vão procurando conhecer cada vez mais. O ano jubilar é também para abraçar todas estas pessoas que conhecem a vida da nossa Mãe Clara, que partilham da sua espiritualidade, que simpatizam com o jeito de ser e de viver da nossa fundadora”, frisa a irmã Elisa.
Esta religiosa, que realizou a profissão temporária em 1971 e a profissão perpétua sete anos mais tarde, em 1978, revela que a congregação preparou um itinerário, de quatro passos, a realizar na sede da CONFHIC, em Linda-a-Pastora. “É um itinerário preparado para os peregrinos que nos visitem durante o ano jubilar e inicia-se no átrio da sede geral, prossegue no Santuário da Imaculada Hospitaleira, depois na cripta e finalmente nas fontes de água”, descreve. O itinerário, que é oferecido a quem visitar a sede geral da congregação, lembra que as condições para obter a indulgência plenária, para além da visita à cripta, preveem a confissão sacramental em dia próximo da visita, a Sagrada Comunhão e a oração pelas intenções do Santo Padre.

  • Leia o texto completo na edição do dia 23 de julho do Jornal VOZ DA VERDADE, disponível nas paróquias ou em sua casa.


Siga-nos em:
  • Facebook
  • YouTube
  • Sapo
  • Twitter
  • Flickr
Patriarcado de Lisboa
© 2017 - Patriarcado de Lisboa, todos os direitos reservados Desenvolvido por  zoomsi.com