Início
2020 em balanço: “Juntos, iremos ultrapassar esta crise”
08 de Janeiro de 2021
Jornal Voz da Verdade
2020 em balanço: “Juntos, iremos ultrapassar esta crise”

Ano atípico devido à pandemia do novo coronavírus, 2020 ficou marcado pela criatividade em chegar a todos, mas também por diversos momentos que são destacados na primeira edição de 2021 do Jornal Voz da Verdade.


“Uma palavra de presença, de cuidado e de companhia a todos aqueles que estão na frente da luta contra esta epidemia, concretamente os doentes, os familiares e os profissionais dos serviços de saúde. Juntos, iremos ultrapassar esta crise, para bem de todos! #COVID19”. Foi com este tweet, a 8 de março de 2020, que o Cardeal-Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, manifestava o seu apoio a todos quantos prestavam cuidados para combater a pandemia do novo coronavírus. Cinco dias depois, a Conferência Episcopal Portuguesa suspendia as Missas com a presença de fiéis, mas também a catequese presencial e outros atos de culto. Foi, por isso, um ano atípico aquele que (também) a Igreja viveu em 2020. Praticamente toda a atividade pastoral diocesana foi suspensa, desde a Visita Pastoral à Vigararia de Oeiras, que decorria desde janeiro, passando pelas Semanas da Caridade, que estavam a ser organizadas em cada uma das 18 vigararias, ou o Congresso da Pastoral Social e as Jornadas Diocesanas da Juventude, da Família, da Catequese, entre outras. Com todos em casa, proliferaram então as celebrações com transmissão online. “Chegam-me repetidas notícias de como acompanhais as comunidades nestes tempos difíceis, em que a presença física é limitada e a criatividade pastoral a supera doutras formas. Graças a Deus que tanto vos inspira!”, escrevia então, numa carta aos sacerdotes, o Cardeal-Patriarca, que, nessa altura, passou a ser presença semanal nas Missas dominicais transmitidas pela televisão (RTP e TVI). Também as celebrações de Páscoa foram, no ano que acabou, vividas a partir de casa pela maioria dos cristãos. No caso concreto das celebrações pascais na Sé, estas foram transmitidas em direto pelo site do Patriarcado. O regresso das Missas com fiéis aconteceu no Domingo de Pentecostes, a 30 e 31 de maio, com D. Manuel Clemente a apelar, na Sé de Lisboa, à “confiança cautelosa”.

JMJ, Padre Cruz e Santa Jacinta
O adiamento, em um ano – de 2022 para 2023 –, da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que Lisboa vai receber, e sobretudo a revelação do logotipo para este encontro de jovens foram também momentos marcantes do ano passado. A nova imagem da JMJ Lisboa 2023 é da autoria de Beatriz Roque Antunes, jovem designer de Lisboa e, segundo D. Manuel Clemente, transmite uma “esperança alegre na evangelização”. A 22 de novembro, Solenidade de Cristo-Rei, a Basílica de São Pedro, no Vaticano, recebeu a cerimónia de entrega da Cruz e do Ícone mariano, símbolos da Jornada, dos jovens do Panamá, país anfitrião da JMJ 2019, para os jovens de Lisboa.
O ano de 2020, no Patriarcado de Lisboa, fica ainda assinalado pela sessão de clausura do processo diocesano supletivo para a causa de beatificação do Padre Cruz, a 17 de dezembro, na Igreja de São Vicente de Fora, cerca de 70 anos após o seu início. “Não poderíamos encontrar figura mais inspiradora”, observou, então, D. Manuel Clemente, falando acerca do ‘apóstolo da caridade’.
O centenário da morte de Santa Jacinta Marto foi assinalado em Lisboa, com o Secretariado Diocesano do Movimento da Mensagem de Fátima a organizar um ‘Tríduo de Oração’, entre 20 e 22 de fevereiro, e o Cardeal-Patriarca a destacar o “sentido da vida” da pastorinha de Fátima, sublinhando que o seu exemplo “pode ser vivido por crianças e há de ser vivido por todos nós”. Ainda nesse mês, antes da pandemia, a candidatura do Culto de Nossa Senhora da Nazaré a Património Cultural Imaterial da UNESCO trouxe a Portugal a Imagem da Virgem de Nazaré de Belém, no Estado do Pará, no Brasil.


  • Leia a reportagem completa na edição do dia 10 de janeiro do Jornal VOZ DA VERDADE, disponível nas paróquias ou em sua casa.


ORGANOGRAMA DA CÚRIA
© 2020 - Patriarcado de Lisboa. Todos os direitos reservados.