Início
Reportagem do Expresso sobre os monges da Cartuxa vence prémio de jornalismo
22 de Maio de 2020
Prémio de Jornalismo D. Manuel Falcão
Reportagem do Expresso sobre os monges da Cartuxa vence prémio de jornalismo

A reportagem “O adeus dos monges da Cartuxa” venceu o prémio de Jornalismo D. Manuel Falcão.


A reportagem multimédia do Expresso “O adeus dos monges da Cartuxa” venceu a edição deste ano do Prémio de Jornalismo D. Manuel Falcão. O anúncio foi feito hoje pelo Secretariado Nacional das Comunicações Sociais (SNCS), organismo da Igreja Católica em Portugal. O trabalho tem texto da jornalista Christiana Martins, fotografia de António Pedro Ferreira e vídeo e edição de José Cedovim Pinto.

Isabel Figueiredo, diretora do SNCS, destaca o tema escolhido nesta reportagem, que “claramente marca a vida da Igreja em Portugal”. Numa reunião online que decorreu na manhã desta sexta-feira e que reuniu os responsáveis da comunicação das dioceses portuguesas, Christiana Martins reagiu à distinção. “Foi um trabalho muito importante, que me tocou muito”, assinalou a jornalista, destacando o impacto do “silêncio” dos monges. “Tentei ouvir o seu silêncio, justamente porque não pude entrar”, acrescentou.

A reportagem do Expresso, ‘Cartuxa: o adeus dos peregrinos do silêncio’, abordou a saída destes religiosos de clausura do país, em outubro de 2019. “Os monges cartuxos, os mais solitários dos solitários, vão deixar Portugal. Com eles levam uma dimensão religiosa ímpar e a surpresa de terem sido tocados pela saudade. As razões de uma partida que conseguiu ser adiada por 30 anos e as fotografias exclusivas no Mosteiro de Scala Coeli”, pode ler-se.

O Mosteiro “Scala Coeli” (“Escada do Céu”), na Arquidiocese de Évora, tinha quatro monges na comunidade cartusiana, três espanhóis e um português, integrados na comunidade da Cartuxa, em Barcelona.

Na edição deste ano do Prémio de Jornalismo D. Manuel Falcão, foram também distinguidos, a título honorífico, o programa 70×7, nos 40 anos de emissão na RTP, e os jornais centenários “Notícias da Covilhã” e “Jornal da Beira”.


Com Ecclesia
Foto: 
António Pedro Ferreira/Expresso



ORGANOGRAMA DA CÚRIA
© 2020 - Patriarcado de Lisboa. Todos os direitos reservados.